Televisão Notícias Tecnologia Ciência Cultura Ensino Entrevistas Agenda
Nº 36
outubro 2014
Notícias
Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia toma posse
06-02-2012 
Jornalista: Lúcia Vinheiras Alves / Imagem e Edição: António Manuel
© TV Ciência
Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia, Presidido pelo Primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, é constituído por alguns dos melhores cientistas portugueses, afirma Nuno Crato.
Enviar Notícia Versão Impressão
São vinte os cientistas portugueses que constituem o Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia, presidido pelo Primeiro-Ministro, Pedro Passos Coelho. Os membros do Conselho, recentemente criado pelo Governo, tomam agora posse e vêm de áreas tão distintas como as ciências da vida, ciências sociais, a física, a química ou a tecnologia.

Membros que vão aconselhar o Governo em matérias de Ciência e Tecnologia (C&T) por forma a contribuir para a definição de políticas e estratégias nacionais.

O Primeiro-Ministro, Pedro Passos Coelho afirma que: «este Conselho nacional é extremamente importante na medida em que hoje tudo o que é inovação tecnológica tem uma base muito grande no conhecimento científico. Não é o Governo que produz saber nem conhecimento científico. São as instituições, desde logo as instituições universitárias, há também já os laboratórios, evidentemente. Há também já empresas, poucas, mas que desenvolvem mecanismos autónomos de produção de conhecimento e existe sobretudo a necessidade do Governo poder estar bem aconselhado nessa matéria. Essa é a razão porque era tão importante constituir um órgão com estas características».

Para Nuno Crato, Ministro da Educação e Ciência este Conselho é constituído por cientistas portugueses de excelência. «Integram este Conselho alguns dos nossos melhores cientistas. Integram também este Conselho algumas das pessoas que em Portugal mais têm feito pela inovação de base científica. Integram este Conselho alguns dos melhores representantes da nova geração de cientistas», afirma o Ministro.

Um Conselho que compreende investigadores de várias gerações, mas onde se denota a presença de investigadores muito jovens.

Nuno Crato refere que: «temos neste Conselho várias gerações e apraz-nos imenso que alguns dos mais jovens, mas também já em vias de estabelecimento ou já estabelecidos mundialmente dos nossos jovens cientistas estejam aqui presentes. Esta forte representação é a representação de uma geração altamente qualificada, uma geração internacionalizada e uma geração que se desenvolveu em forte competição internacional com o melhor que existe no mundo em ciência e em tecnologia».

Com o novo Conselho, Pedro Passos Coelho está confiante que o país dará continuidade à aposta na ciência e na inovação.

«Significa não há descontinuidades aqui, tudo o que envolve uma aposta na ciência é uma aposta de média e de longo prazo. Ninguém está a trabalhar para os próximos seis meses ou para o próximo ano. Há aspetos muito positivos que ressaltaram de Governos anteriores que foram sendo prosseguidos e nós prosseguiremos também neste caminho. Significa que tudo o que poder ser melhorado, impulsionado em matéria de ciência é benéfico para todo o país e não deixaremos de aproveitar tudo o que vem de detrás nessa matéria», afirma o Primeiro-ministro.

Após a tomada de posse, teve início a primeira reunião do Conselho Nacional de C&T, o que permitiu a Passos Coelho ouvir os Conselheiros sobre algumas das ideias para a definição de políticas nacionais para a C&T.

Membros do Conselho Nacional de C&T

- António Coutinho, Diretor do Instituto Gulbenkian de Ciência.

- Alexandre Quintanilha, Secretário do Conselho dos Laboratórios Associados.

- André Azevedo Alves, Professor da Universidade de Aveiro e especialista em Governação, Competitividade e Políticas Públicas.

- Elvira Fortunato, Diretora do Centro de Investigação de Materiais da Universidade Nova de Lisboa e do Laboratório Associado I3N.

- Filipa Marques, Investigadora em geologia marinha do Centro de Recursos Minerais, Mineralogia e Cristalografia da Universidade de Lisboa e do Laboratório Associado / Institute for Systems Research.

- Hélder Maiato, Investigador Responsável pelo Laboratório de Dinâmica e Instabilidade Cromossómica, no Instituto de Biologia Molecular e Celular, da Universidade do Porto.

- Henrique Leitão, Investigador da Secção Autónoma de História e Filosofia das Ciências, da Faculdade de Ciências, da Universidade de Lisboa.

- João Lavinha, investigador em genética do Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge.

- João Rocha, Diretor do Laboratório Associado Centro de Investigação em Materiais Cerâmicos e Compósitos, da Universidade de Aveiro.

- Joaquim Norberto Pires, Presidente do Conselho de Administração do Parque de Ciência e Tecnologia de Coimbra (iParque).

- José Miguel Caldas de Almeida, Diretor da Faculdade de Ciências Médicas, da Universidade Nova de Lisboa.

- José Miguel Urbano, Professor Catedrático do Departamento de Matemática da Faculdade de Ciências, da Universidade de Coimbra.

- Luis Oliveira e Silva, Professor Associado com Agregação e Investigador no Instituto Superior Técnico especialista em física de plasmas.

- Maria João Valente Rosa, Professora Universitária especialista em demografia e Membro do Conselho Científico da Fundação Francisco Manuel dos Santos.

- Maria Mota, Diretora da Unidade de Malária, do Instituto de Medicina Molecular, da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa.

- Miguel Castelo Branco, Diretor do Instituto de Ciências Nucleares Aplicadas à Saúde (ICNAS), da Universidade de Coimbra.

- Mónica Bettencourt-Dias, Investigadora Principal no Grupo de Regulação de Ciclo Celular, do Instituto Gulbenkian de Ciência.

- Pedro Portugal, Investigador Sénior do Banco de Portugal e Professor de Economia na Faculdade de Economia, da Universidade Nova de Lisboa.

- Pedro Magalhães, investigador do Instituto de Ciências Sociais (ICS) da Universidade de Lisboa especialista em Ciencia Política

- Sebastião Feyo de Azevedo, Diretor da Faculdade de Engenharia, da Universidade do Porto.

Últimas Notícias
Por que razão quando coçamos a pele sentimos ainda mais comichão
Cientistas preveem que no futuro Universo ficará vazio
Inovadora iluminação LED na Capela Sistina vai permitir visualizar cores de frescos na plenitud ...
Fusão de dois centros em astrofísica dá origem a novo Instituto de Astrofísica e Ciências do Es ...
Foguetão que transportava carga para a ISS explode segundos após a descolagem
  Topo  
Comparticipado pelo Instituto de Investigação Científica Tropical Projecto apoiado pelo Programa Operacional Sociedade do Conhecimento Projecto Co-financiado pela UE - FEDER
Cartoteca Iconoteca Telejornais Arquivo de Vídeo Manuscritos Documentários Vídeo Memória Newsletter Facebook (Este link irá abrir uma nova janela)
A TV Ciência Estatuto Editorial Emissão Contactos Ajuda Imprensa © Copyright Publicidade Ficha Técnica